Manifesto pela suspensão das execuções e abolição da pena capital.

Dia 27 de Dezembro do corrente ano o Japão executou mais dois condenados à pena de morte no presídio de Osaka. 

A cada execução da pena capital clamamos pela suspensão das execuções e abolição da pena capital.

Consideramos importante ter discussão ampla com a sociedade sobre a instituição e a abolição da pena de morte. Assim a nossa Ordem Otani do Budismo Shin vem se manifestando há muito.tempo.

Certamente, nada há que perdoar a atitude perversa dos assassinos que tiraram a vida insubstituível dos semelhantes pelo qual foram condenados.  E externamos nossas condolências e somos profundamente solidários ao sofrimento e tristeza das vítimas, seus familiares e amigos.

Entretanto, tirar a vida dos criminosos executando-os a pena capital, embora respaldado na legislação vigente do país, não difere de mais uma assassinato, no caso praticado pela nação, e assim cometemos mais um crime irreparável que viola a dignidade humana.

Buda Shakyamuni pregou: “Todos os homens temem a violência. A vida de todos os seres vivos é digna. Coloque-se no lugar do outro: não mate e não provoque a morte” – palavras verdadeiras do Buda.

Não importa que tipo de pesados crimes esse ser humano tenha cometido, mesmo que esse ainda não consiga expressar reflexões e arrependimentos sobre a sua própria conduta,  não podemos simplesmente tirar a vida do outro. 

O Voto Original do Buda Amida ensina a importância de construirmos um mundo de convívio pacífico onde possamos respeitar a preciosidade de todas as formas de vida. 

Estabelecido na raiz desse Voto, cada um de nós temos a responsabilidade de contribuir para a formação dessa sociedade .

Tirar a vida do criminoso, executando a pena de morte, basicamente constitui eliminar o outro do nosso convívio na tentativa de solução sem, no entanto, questionar a si mesmo sobre as trevas que todo o ser humano carrega. A pena de morte não constitui solução final. 

Pelo contrário tira do criminoso a chance de se redimir do seu erro e tira de nós, da comunidade, a responsabilidade de ajudar na sua reabilitação.

Manifestamos aqui o nosso sentimento de consternação sobre as execuções e clamamos pela abolição da pena de morte. 

Desejamos que a instituição da pena de morte seja amplamente discutida com a sociedade como todo, desejando que caminhe para a sua extinção.

Quioto, 27 de dezembro de 2018               

Hiroshi Tajima, Secretário Geral do Budismo Shin Ordem Ōtani

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.